O que é Mentalismo

O Mentalismo é um tipo de mágica que usa: Sugestão, Psicologia Aplicada e Mágica Clássica como forma de entretenimento.

Os Mentalistas, praticantes deste tipo de Arte, dominam a psicologia e o comportamento humano para alterar a percepção da realidade a fim de criar um ambiente que envolva toda a platéia. Com uma ancoragem de hipnose, ou se aproveitando de uma falha cognitiva comum, alteramos a percepção da platéia. O objetivo é entortar, ou até mesmo quebrar, as regras do Universo e a realidade como a vemos. De uma maneira significativa. Isto é, que de alguma forma mexa com as pessoas. Uma mágica sofisticada para um público adulto.

No Mentalismo, não é possível separar a Arte do Artista. Por se tratar de algo interativo, é um momento único, que nunca mais se repetirá, feito por todas as pessoas que participaram dele. É sobre criar um espaço onde as pessoas podem experimentar algo que não poderia ser experimentado de outra maneira. Vivemos em um mundo de sentidos e idéias. De idéias sobre sentidos e sentidos sobre idéias. Com o Mentalismo não poderia ser diferente, tocamos os corações das pessoas pela mente e tocamos suas mentes pelo coração.

O poder da sua imaginação, da sua própria mente, irá criar uma experiência única.

Permita-se esta pequena experiência:

Coloque uma palma da sua mão virada para cima. Imagine que alguém colocou uma dessas balas azedas de limão em sua mão. Imagine essa bala em sua mão. Verde, com pequenão grãos de açúcar em volta dela. Agora com a outra mão, se imagine pegando essa bala de limão azeda e colocando ela na sua boca.

Imagine ela na sua boca, como ela é forte, e começa a se dissolver na sua boca. Com uma mistura de sal com açúcar que você reconhece como algo azedinho em sua boca. Você sente o gosto do limão em sua boca. E você sente este gosto...

Salivou? Toda uma resposta fisiológica natural ocorreu por causa da sua imaginação. Você produziu uma resposta fisiológica real! Tudo porque você entrou em outro estado mental.

Nós entramos em outro estado mental, e a ilusão se torna nossa realidade.